segunda-feira, novembro 07, 2005

SOLDADO DESCONHECIDO...

Sabemos que não é consensual, mas para nós o Monumento ao Soldado Desconhecido não se enquadra muito bem nesta zona da cidade, gostariamos mais de o ver no "novo miradouro da cidade" em frente ao CIOE...

Venham daí os vossos pareceres...

18 comentários:

Percursor disse...

Eu penso que este monumento deveria ser retirado daquele local, que é o centro da cidade, e colocado noutro sitio, seja o novo miradouro ou outro local qualquer.

Acho que aquela zona poderia ser uma praça moderna e funcional, com relevo, se calhar, para o peão, mas tendo em tendo em atenção o trafego automovel, pois existem poucas ou nenhumas alternativas e se repararmos, o tráfego naquele sitio está um bocado desorganizado.

O monumento do soldado desconhecido, parece mais um monumento ao desenvolvimento desconhecido que passou ao lado de Lamego nos últimos tempos!

É pela sua antiguidade e por estar no centro de uma cidade, local que normalmente é um sitio renovado e moderno, que me parece um icon do que Lamego é hoje, terra onde o futuro não se fez...

U_Massa disse...

Eu vou criar o movimento "deixem ficar o Xico"! Mas ponham-no virado prá Senhora dos Remédios que é uma falta de respeito ele tar ali há tantos anos de costas!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Chico da Rotunda disse...

O chico é um bacano deixa tar o xico aí! vai mudar o xico PRUKÊ? Sempre teve ali...! Vão fazer o k?
Por uma taça... deixa lá o chico! Se o chico bazar dali o bispo(do museu) fica sozinho, com kem vai conversar?

ze-piqueno disse...

"Bem eu tirava o chico...e fazia um monumento ao Ex Presidente ... pois ele fez muito pela cidade...e por mim"
in DelFIM Mendes

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
e.f. disse...

Uma verdade é que o carinhosamente chamado "Chico do Pinto" não é um monumento bonito... Ninguém vem a Lamego fotografar-se ao lado do "Chico".

Depois o “Monumento ao Soldado Desconhecido” não diz assim tanto a Lamego que tenha necessariamente de merecer uma posição tão central…

O "Chico" chega mesmo a incomodar, ao tirar a amplitude à Avenida, ao escadório e ao Santuário…imaginem a fotografia do post sem este obstáculo...

Assim penso que não seria, de modo algum, desprestigiante transferi-lo para um local em que se enquadre melhor e em que se torne mais bonito e apreciado.

Félix do Carmo disse...

O Chico do Pinto é o "monumento em rotunda" mais desproporcionado que conheço. Contudo, mesmo com essa desproporção o Chico do Pinto tem um forte sentido de familiaridade. Habituei-me a vê-lo ao descer a Avenida 5 de Outubro e a contorná-lo sempre que se atravessa da Avenida para o Jardim. Lembra-me, ainda, os gigantones das Festas. (Não me parece que um canteiro de amores perfeitos desempenhasse o mesmo papel...)

Também não me parece que um monumento daquelas dimensões ficasse bem lá em cima, em frente ao quartel. Seria colocado virado para a cidade, como um Cristo Rei, mas de braços escondidos pelo sobretudo?

O Monumento ao Soldado Desconhecido é um grande monumento civil, republicano, que homenageia militares mortos. Representa uma faceta da história lamecense que vai para lá da que é transmitida pelas igrejas. Tirá-lo dali, retirar-lhe importância, despromovê-lo, é diminuir a importância dessa faceta da nossa história.

Não me tenho por conservador, mas diria que este monumento talvez tenha conquistado o direito a uma posição de destaque na cidade. Pensar em qualquer outra opção (rodá-lo, mudá-lo para outro ponto, etc.) levanta mais questões do que as que resolve.

O que me parece mais importante é repensar a rotunda em que ele assenta. Não se percebe a eterna indefinição da prioridade aos peões ou aos carros no ponto central da cidade. Para mim, ali a prioridade deve ser dada aos peões.

Manuelinho disse...

Eu acho que aquele monumento deveria sair do centro da cidade, pode realmente ter ganho muito com a sua antiguidade, mas estéticamente não é agradavel para o centro da cidade.

Por outro lado concordo com Félix do Carmo quando diz que é importante repensar a indefinição da prioridade ao peão ou ao automovel, aliás, actualmente nem o tráfego automovel está organizado!

O que eu acho é que deveria se aberto um concurso para projecto de reabilitação daquela zona. Assim poderiamos ter vários gabinetes de arquitectura a trabalhar em ideias para aquela zona.

Murilovsky disse...

Mais preocupante, de momento, que a localização do Xico do Pinto, é aquela localização e tipologia de gradeamento que não lembra ao Diabo. Será que nunca ninguém ouviu falar de promoção de segurança. Se até agora nunca houve um acidente é por milagre (e eu que não acredito nessas coisas) será que tem algum cabimento a existência de uma grade com cerca de 50 cm com aqueles ferros em forma de PUNHAIS. Se alguèm cai junto aquele ferro concerteza ficará nuito mal tratado... na melhor das hipóteses. Estou farto de tocar neste assunto a pessoas com responsabilidade na terra mas até agora nada. POPR FAVOR RETIREM-ME AQUELE GRADEAMENTO ANTES QUE SEJA TARDE.

Quanto a um melhoramento da baixa da cidade este mais tarde ou mais cedo terá que ser feito... apesar da pertinência do assunto penso que de momento outros mais importantes se destacam: Saneamento básicos e abastecimentos de água, criação de polos de investimento, captação de forças dinamicas económico sociais, etc. Tente-se primeiro recuperar o essencial e depois o acessório.

Obrigado pelo tempo dispensado

Murilovsky

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
e.f. disse...

"Prioridade ao peão ou ao automovel"? Imaginem essa pergunta em Lisboa no Marquês...não tem fundamento.

Se não há passadeiras para o centro das rotundas porque continuam a existir zonas pedonais no seu interior?

NILO disse...

Lamego tem que se tornar mais moderna e funconal, se for necessário tomar esse medida para que tal aconteça que tomar essa decisão terá todo o meu APOIO.

MadMaX disse...

"Ninguém vem a Lamego fotografar-se ao lado do "Chico"."

Não é bem assim... Já tenho visto bastantes "sujeitos de estranhas cores de pele" a fotografarem e a serem fotografados com o Chico.

Já agora existe viabilidade num possível transporte para outro local?

Comentador disse...

Basta que haja vontade. A mim tambem me pareceria melhor...

semnome disse...

Anonymous said...
Aleluia a sensatez. Deixem os pormenores acessórios e estéticos. Deus queira que um dia tenhamos tudo para nos poder dar ao luxo de estar aqui a discutir pormenores, que embora importantes,de momento para nós são acessórios. Murilovsky estou contigo. Essas sim são as questões prioritárias da nossa terra. Respeito todas as opiniões de quem se preocupa com a aparência e a funcionalidade da nossa terra, mas por favor eu sou novo, estou fixado na minha terra e isto está um marasmo. Vamos durante uns tempos pensar um bocadinho mais á frente porque a nossa terra está moribunda.

11:09 AM, Novembro 14, 2005

Anónimo disse...

Quem não se reconhece na sua história, não merece futuro!

Nuno Lima disse...

Eu não estou aqui para críticas, mas se fossem tirar o Chico do pinto de onde ele se encontra iriam sentir a falta dele, por alguma razão ele apareceu ali, tal como todos os lamecenses que cá vieram parar, ele já è um deles, aposto que iriam dizer que a rotunda estava muito vazia, e dizer: “Chico volta, estas perdoado”.