terça-feira, novembro 08, 2005

MAIS VALE PREVENIR...

Foi colocado a circular pela cidade este manifesto/abaixo assinado...

Por pensarmos que mais vale prevenir que remediar, pedimos a todos que subscrevam mais esta iniciativa de quem tanto luta pelo Novo Hospital de Lamego...

18 comentários:

Manuelinho disse...

Até que enfim vamos tomar uma posição unida pelo hospital! Finalmente temos mudanças em Lamego...
Vamos todos assinar isto!

Murilovsky disse...

Pessoalmente, e apesar de concordar, de forma genérica, com o enunciado no Abaixo assinado, não sou grande entusiasta do denominado Novo Hospital de Lamego.
É evidente que as unidades de saude de que dispomos não me satisfazem minimamente (longe disso), precisamosa e temos direito a muito melhor.
-Mas será que num contexto regional terá sentido tão forte investimento?
-Será que o mesmo investimento não poderá ser aplicado noutras áreas muito mais geradoras de riqueza, por exemplo um ensino superior de qualidade?
-Será que no final, tendo em conta os recursos humanos existentes (médicos, médicos-especialistas) não nos vamos arriscar a ter apenas um Centro de Saude com dimensões de Hospital Distrital?
-Será que não seria preferivel pensar noutro modelo?
Este pais funciona muito por quintas e quintais (tendo em conta a nossa dimensão funcionamos por canteiros e quintinhas) raramente se pensa num todo coeso e harmónicamente desenvolvido, predomina o ter por ter (se o vizinho tem porque não tenho também) o resultado está à vista.
Pessoalmente, e apesar assinar o Baixo assinado se tiver oportunidade, preferia ter um Centro de Saude eficiente, com capacidade de atendimento, com serviços de urgência eficientes e capazes, com alguma capacidade de internamento, etc.

Obrigado pelo tempo dispensado
Murilovsky

PS Não confundam isto com falta de apoio ao desenvolvimento de Lamego...não é nada disso!!!

Percursor disse...

Murilovsky, percebo a tua ideia, mas repara:

O novo hospital não é só para Lamego, é para uma região de cerca de 100 mil habitantes, a região do Douro Sul.
O actual projecto está dimensionado para esta região e este numero de habitantes.

Nós em Lamego até estamos relativamente perto de dois hospitais distritais (Viseu e Vila Real), mas não o resto da região.
Além disso, estes dois hospitais terão capacidade para mais 100 mil habitantes?

Pelo lado da economia, é obvio que um hospital distrital para 100 mil habitantes em Lamego só pode trazer desenvolvimento economico e emprego, quer para Lamego quer até para a região envolvente.
Já agora, porque não dividir valencias entre os hospitais de Vila Real, Viseu e Lamego?

O problema é que consta que as verbas que seriam para o hospital de Lamego foram "desviadas" para o hospital de Braga, e isto não podemos aceitar. Pela mesma ordem de ideias, Braga também está perto do Porto, onde existem muitos hospitais...

Por outro lado, não podemos copntinuar a tirar tudo ao interior do pais e por no litoral. Temos que fixar as pessoas no interior. Quanto custa ao pais a politica de "mandar" toda a gente do interior para o Porto e Lisboa?
Em viadutos, tuneis, auto-estradas, circulares, poluição, transito, crime, etc... Porque não manter as pessoas no interior, onde pode realmente existir qualidade de vida?

Temos todos que defender ao máximo o hospital que nos foi prometido e que precisamos dele há já muito tempo...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
NILO disse...

PERCURSOR tou consigo, tu és daqueles que "PRIMEIRO LAMEGO DEPOIS OS INTERESSES DO LITORAL"

LAMEGO precisa, e muito, de pessoas como você.

e.f. disse...

Apoiado Percursor...vamos para o terceiro projecto e para as não sei quantas "primeiras pedra" sem que se veja uma única segunda ao fundo do túnel.

Só queremos o que nos foi prometido...MAIS NADA!

DECO disse...

Eu sei que o nosso amigo MURILOVSKY até gosta de Lamego, só que está a analisar esta questão única e exclusivamente de uma forma economicista. Mas nós(Lamecenses) NÃO podemos pensar assim. veja que por exemplo, a casa da música custou aos cofres do estado qualquer coisa como 23 MILHÕES de contos. Ou seja faziam-se 3 hospitais igual ao que nós esperamos que seja construido em LAMEGO. Está na altura de olhar,e lutar pela nossa querida terra.
HOSPITAL DE LAMEGO... JÁÁÁÁÁÁÁÁ...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Moderador disse...

Pedimos mais uma vez aos amigos anónimos que façam copiar colar e repitam os seus comentários usando uma identidade. Como sabem, por princípio, não aceitamos comentários anónimos...

MadMaX disse...

Se pensarmos na desproporção entre nº de habitações e nº de empregos, principalmente indústria, porque comércio já há muito, o hospital talvez trouxesse uma oportunidade de fixar, pelo menos mais uns quantos, cidadãos de Lamego.

(h)exanonimo disse...

Anonymous said...
Tudo isto acabaria bem se não começasse mal.
É que os "politiqueiros" cá do "burgo"(alguns com discursos inflamados) entenderam ao longo do tempo, sobre este assunto do novo Hospital, ter matéria para durante três décadas arremessarem nas sucessivas eleições. O resultado está à vista.
Passadas as eleições, conforme a côr do governo instalado, os adiamentos sucedem-se. Entram em cena os "politiqueiros" do costume, apresentam as mais diversas desculpas para justificar o injustificável.
Moramos, infelizmente, numa região que não dá um volume siginificativo de votos aos políticos instalados em Lisboa. Não levantamos muitas ondas quando não somos sorteados pelo poder central com obras de vulto que conduzam ao desenvolvimento desta região.Continuamos a contentarmo-nos com "obrinhas" de vão de escada.E eles, os politicos, lá longe, continuam a considerar-nos os eternos "coitados", lá do interior norte do país.
Mas sabem o que faz realmente falta nesta terra? Simplesmente: "Políticos com peso, conta e medida" . Foi coisa que nunca tivemos.
Quanto ao pessoal do Hospital, a intenção peca por tardia. Entende-se a angústia de quem ali trabalha e não só.
É chegada a hora de dizer "basta" aos profissionais da política.
Temos andado de governo em governo em remodelações de projectos disto e daquilo, que apenas redundam, como se constata, no adiamento da obra. E quem sofre com isso, quem é... quem é...?
Todos nós, que tivemos a desdita de nascer nesta região, que mais parece a terra de ninguém.Por isso temos o direito à indignação.
A ser verdade a noticia que correu e na qual também não acredito, mas sou levado a pensar, muito seriamente, porque carga de água o dinheiro destinado ao novo Hopsital de Lamego teria de ser desviado para o de Braga!?...
A hipótese, tornada notícia e corroborada depois pelos políticos, que tudo se resumiria a uma "reformalação do projecto" pedida pelo próprio ministro, aceitável para os "politiqueiros" do costume e inaceitável para os anseios da população e para quem trabalha naquela unidade de saúde, bate certo com mais uma manobra para adiar a obra "sine die".
É que tudo isto acabaria bem se o sr. ministro não tivesse tido a lembrança de vir a Lamego para dizer, alguém lhe soprou ao ouvido que no Douro desaguam cerca de 140.000 turistas por ano e era necessário adaptar o novo Hospital às necessidades desses turistas.
Ó cruel vilanagem!
O Douro já recebe turistas há alguns anos e só agora deram conta deste facto!
É que, o que começa mal,(bandeira para eleições) tarde se endireita e pelo andar da carruagem, esta já passou, as bandeiras foram arrumadas e daqui por quatro anos, se calhar, vamos vê-las de novo.

Aqui fica também o meu apelo para que todos assinem a petição.
Chegou a hora de todos se unirem e solicitarem aos governantes, em Lisboa, que reponham aqui em obras, parte das riquezas que distribuem pelo litoral.
Porque nós também somos gente!

12:13 AM, Novembro 10, 2005


Anonymous said...
Então não havia 1 certo senhor prof. k teve no poleiro k se dizia amigo pessoal do actual 1ºMinistro?
Esse senhor já sabia k não iamos ter hospital há muito tempo e não é ALDRABÃO.Aldrabão para certas pessoas é todo akele k é julgado antes de começar a trabalhar.Agora como é sabido claro k vai ser mais díficil o 1ºMinistro sabendo k o seu amiguinho foi enxuvalhado por LAMEGO ,vai-nos tornar a vida mais complicada.SE houvesse justiça...Já assinei e apelo a todas as pessoas de Lamego com bom senso para o fazerem.

11:08 AM, Novembro 11, 2005

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
ex-anonimo disse...

Anonymous said...
Em certa parte sou obrigado a concordar com o blogger Murilovsky. A verdade é que hoje em dia existem modelos de centro de saúde completamente diferentes do que estamos habituados a ver. Têm serviço de urgências, têm as especialidades todas, têm um internamento funcional e se pensarmos em tudo isto talvez seja correcto pensar que tal chegaria, uma vez que temos dois hospitais distritais a 20min de lamego. O problema caro amigo é que os governos não gerem o dinheiro como as empresas, ou seja, não é possivel dizer aos nossos ilustres governantes para em vez de gastarem X num hospitalgastarem Y e aplicarem o resto do dinheiro nisto e naquilo. De maneira que o projecto é nosso, está-nos destinado e vamos ter lutar por ele até ao fim tal como está desenhado.

10:54 AM, Novembro 14, 2005

Murilovsky disse...

caro blogger ex-anonimo, percebo a sua ideia e concordo com ela, por esse motivo, tal como muitos outros defenderei a construção do novo hospital, contudo penso que começa a ser a altura de exigirmos seriedade nas decisões, exigirmos que estas sejam baseadas em conceitos de racionalidade, de proximidade, de eficiência e não no compadrio, militãncia, jeito a "A" ou a "B"... que raio temos meia duzia de Km2 não somos um continente.
Nesta medida quero um mecanismo de decisão deiferente...ATÉ LÁ QUE VENHA O QUE É NOSSO E QUE SE LIXEM QUEM NÃO É NOSSO....

Obrigado pelo tempo dispensado

Murilovsky

e.f. disse...

É importante que se repare no minúsculo montante que durante anos a fio foi investido em Lamego e na região. Murilovsky preferia o investimento no ensino superior de qualidade em Lamego…mas isso não deveria já ter sido feito desde a época da Portucalense e a Moderna? Falamos de desinvestir de coisas importantes para investir no que já deveria estar investido? O hospital já tem a primeira pedra…vamos para outro projecto? Entretanto ganha o PSD as legislativas e venha mais um projecto…

Não me parece! Façam o projecto que tem a primeira-pedra lançada e depressa que nós não moramos em Lisboa…

Espigueiro disse...

"Autarca Lamego questiona Ministério Saúde sobre futuro hospital

O presidente da câmara de Lamego, Francisco Lopes, solicitou uma audiência ao ministro da saúde, Correia de Campos, para analisar a actual situação em que se encontra o processo de construção do novo hospital.

O autarca diz-se preocupado com o futuro desta unidade de saúde, devido às informações contraditórias que correm sobre a construção deste equipamento.
Francisco Lopes sublinha que o novo Hospital de Lamego servirá não só a população lamecense como também os municípios vizinhos.
A criação de uma nova unidade de saúde é para o concelho de Lamego um anseio da população, daí que o autarca lamecense queira esclarecer todos os pormenores sobre a construção desta unidade o mais depressa possível".

Fonte:Universidade FM