segunda-feira, outubro 17, 2005

URGENTE 1

Nos últimos anos a preocupação da autarquia centrou-se nas lixeiras, no aterro, na ETAR.
Mas como é que se esqueceu da poluição em pleno centro de Lamego?

As Lages são uma lixeira, as Lages fedem!

10 comentários:

Manuelinho disse...

Isto só é mais uma prova de que até a suposta politica de ambiente era ficticia...
As obras do Teatro ainda não começaram!

Eurico A. Oliveira disse...

Como é que me esqueci de comentar esta herança do Zé?

Realmente em vez de Relógio de Sol a minha coluna podia-se chamar Lages de Merda...pelo menos o cheiro é o mesmo!

U_Massa disse...

Não sei quantos anos de PS na câmara e o mau cheiro continua... Grandes obras, sim senhor; e o teatro, será q é desta?

mal informado disse...

e já agora expreitem ali atrás do comboio... aquilo tá lindo...! Só falta por uns banquinhos e umas máscaras de oxigénio...! Xico tu bê lá se fazes alguma coisa.. senão a gente faz-te a folha em três tempos!

lamegolo disse...

Desde que me lembro... que as lages sempre estiveram assim... e já lá vão alguns anitos! Nunca nenhum presidente se preocupou com esta zona da cidade... é mesmo preguiça!

tristeza...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Moderador disse...

Pedimos ao amigo anónimo que repita o seu coment escolhendo uma identidade. Por principio somos obrigados a apagar todos os comentários anónimos.

1arb disse...

Nunca houve qualquer política ambiental na Câmara Municipal de Lamego. A prova desta fotografia é evidente!

Houve vários interesses instalados na construção do Aterro Sanitário. Pergunto, mais uma vez, porque é que não existe uma comissão de acompanhamento à exploração do Aterro S. de Bigorne? (já não a houve na construção - o que estará ali construído?)Que tipo de lixos ali são depositados? Alguém isento sabe?

Qual a percentagem de águas residuais desta cidade que é tratada na ETAR, para que o Coura corra assim? Alguém sabe?

Quais os projectos que estão a ser implementados para o problema do abastecimento de água potável, que nos poderá assolar no próximo ano? - alguém pensou nisso ou faz como o esbanjador do Presidente!

OUTRO. Ouvi falar que o projecto da nova rotunda custou 15.000 cts. A quem irá ser instaurado um processo de responsabilidade civil pelo mau desenho e consequente má execução do entroncamento da estrada N2, com a ligação à rotunda? Sim, porque alguém tem que ser responsabilizado por aquela vergonha, digo aberração ambiental?
Quem já avaliou as alterações de trânsito que o novo trajecto vai implicar em termos ambientais?

e... etc., por hoje

P.Policarpo disse...

Andei no Colégio de Lamego há 20 anos.Passava nas lages todos os dias.O cheiro não sei mas pela foto o aspecto (20 anos depois) é exactamente o mesmo.

Infelizmente "há coisas que nunca mudam!"

p.policarpo disse...

Depois de uma pesquisa encontrei uma notícia de 2002 no "espigueiro" que aqui transcrevo:

«30-08-2002

Lamego: ETAR de Balsemão

Autarquia resolve problemas ambientais

Vai ser aberto concurso para a construção da ETAR de Balsemão. Esta obra, executada pela Empresa Águas de Trás-os-Montes e Alto Douro, S. A, implica a construção de um novo emissário na parte baixa da cidade, de forma a permitir a limpeza e a despoluição do Rio Coura, devolvendo-se assim o rio aos lamecenses.
A Câmara Municipal de Lamego vai resolver, a curto prazo, através do protocolo celebrado com a empresa, o problema ambiental provocado pelas águas residuais do concelho»


Já passaram mais de 3 anos e a ETAR está lá mas da limpeza e da despoluição do Rio Coura ninguém mais ouviu falar...com sorte os nossos netos ainda vão sentir o "cheirinho" das Lages.