sábado, março 04, 2006

1ª PÁGINA

Esta semana o Expresso dedica um espaço na sua 1ª página, desenvolvido nas páginas centrais do seu Caderno Principal, à real situação da Cidade de Lamego. Muitos dos temas debatidos neste blog passam finalmente à dimensão nacional pelo que agradecemos desde já ao Expresso na pessoa da jornalista Graça Rosendo o magnífico trabalho na divulgação dos problemas desta nossa cidade esquecida.


Cliquem na imagem do artigo e depois em "expandir para o tamanho normal" (setas no canto inferior direiro) para conseguirem ler o artigo na íntegra.

20 comentários:

Enfermeiro disse...

O colega Moutinho devia ter falado do Novo Hospital, mas no geral concordo completamente com o artigo.

alguemvaiterdemeouvir disse...

Comentários?!?!

Aos anos que digo e repito o mesmo que vem escrito no Expresso. Mas o que me surpreende mais são os comentários feitos ppor pessoas que têm ou já tiveram a responsabilidade de fazer algo... e pura e simplesmente falam como se não houvesse nada a fazer...
Se calhar não! ou se calhar sim...
agora não podemos é ficar na inércia. Alguém ja pensou por acaso na criação de infra-estruturas físicas e fiscais para atrair o investimento privado?? Esse sim pode ser uma alternativa à excessiva dependência da população do Estado, no que diz respeito a emprego! Não sei, pode ser só uma ideia!!
Mas quero acreditar que pode haver mais, e que Lamego tem pessoas suficientemente capazes para as ter! Ou não...

Anónimo disse...

Porquê cada vez mais os lamecenses saem de Lamego?
Está uma "caca", é só tachos para os boys do estado, os outros vão trabalhar para fora.

Anónimo disse...

Para mim não é grande novidade, é o que resta de muitos anos com uma câmara sem a minima estratégia. Parabéns Sr. José António!

Anónimo disse...

O que está escrito, está muito bem. Agora resta resolver. Na minha modesta opinião, o importante era que os politiqueiros da nossa cidade se unissem para que de uma vez por todas se lutasse por LAMEGO e não por conquistas pessoais e politicas.
Basta de gente de ideias pequenas. Basta de resolver somente os problema dos quintais.
Lamego é mais do que a 5 de Outubro, Almacave e a Praça do Comercio.
Quanto aos que não são politicos, mas gostam de criticar desde a mesa do café, a estes convido-os a irem às assembleias municipais questionar quem nos "comanda". Saber os porquê das suas decisões e em que sentido caminhamos, e quando não concordarem expliquem, de forma fundamentada porque não concordam e apresentm soluções crediveis.
Temos de ter corragem se queremos LAMEGO melhor...
Falar é facil... agir custa mais! Mexam-se por Lamego.

Percursor disse...

Concordo no essencial com o artigo, no entanto duvido muito que o número de empregos dependentes do estado seja tão elevado. Existem em Lamego muitas pequenas e algumas médias empresas que criam emprego, o que é muito louvável numa cidade que nunca teve estratégias económicas.

Para mim esta situação é a obvia resultante de uma grande falta de acção da câmara municipal nos últimos anos. Não estou contra ninguém, mas isto é uma realidade! Não houve investimento nem estratégia municipal para atrair empresas privadas. Nem a única e pequena zona industrial souberam acabar! Infelizmente foram muitos anos em que nada se fez e que muito se habituou a população a pensar que nada mais se podia fazer!

E agora o que fazer? A solução, a meu ver, passa por definir estratégias e avançar com elas! Planear, angariar fundos e construir. Seja na Zona industrial ou centro empresarial, no turismo, na formação, no desporto, nos acessos, etc. Há muito onde actuar e muito a fazer. O que é preciso é romper a inércia dos últimos anos, não podemos mais ficar parados no tempo…

Anónimo disse...

Realmente essa de uma rotunda ser a obra da decada para Lamego (dito pelo próprio ex-presidente) só mostra a qualidade de governates que nós tinhamos!!! Como é que isto é possivel de acontecer?

Anónimo disse...

Se Lamego tivesse um parque industrial em condições poderia atrair muitas empresas. Por exemplo, uma empresa que queira atuar em Viseu e Vila Real tem todo o interesse em se instalar em Lamego! Se ao menos tivessemos uma zona industrial...

Anónimo disse...

Esta situação é algo preocupante e nada se faz para a modificar. Ainda na sexta-feira passada foi recusada a instalação de um empreendimento em Lamego, que iria criar postos de trabalho e movimentar a economia local.
Assim não vamos a lado nenhum!!

Nuno disse...

Uma das razões pela qual Lamego não avança é, sem dúvida, pela inércia dos seus habitante e, pior do que isso, dos seus governantes. Aqui ninguém pensa em grande; ninguém se atreve; ninguém mexe uma palha para candidatar projectos, mesmo que estes estejam, à partida, condenados. É uma sociedade fechada, às vezes bolorenta. É preciso agitar consciências, querer! Mas não...só a politicazinha choca e corriqueira e a conversa de café. Encontro-me em Lamego a coordenar um dos maiores projectos que Lamego já recebeu nos últimos anos: o Inventário do Património Móvel Religioso. Finalmente a cidade e o concelho vai ter uma parte importante do seu património inventariado e estudado. Deste trabalho surgirá uma edição grandiosa no âmbito da História e da Arte. Alguém fala neste projecto? A Câmara apoia? Há querer? Claro que não... Teve que ser a Diocese a fazer o esforço para preservar e conhecer o que é de todos. Nem só de pão vive o Homem.. e em Lamego todos morrem de sede...à beira da água.

Anónimo disse...

Anónimo das 12:59 PM, Março 07, 2006
E qual seria essa empreendimento? Já agora todos queriamos saber...

Anónimo disse...

Claro que não existe empreendimento nenhum! Quem nos dera a nós...

FRAGATEIRO disse...

Este artigo não fala verdade. Quando vem dizer que o E.Leclerc, queijos paiva e raposeira têm menos de 100 funcionários tá, logo aí, a mentir já que só o E.Leclerc tem MAIS DE 100.
Quanto ao trabalho precário deve ser o dela e por isso tem que fazer notícias destas para se tentar safar( Basta colocar o nome da "senhora" num qualquer motor de busca e ver as notícias que este BANDALHO tem feito. Até se foi meter com o lixo do Benfica que estava a ser despejado num sítio impróprio, ENFIM...

Com este meu desabafo, não quero fazer passar a ideia que tudo ta bem, é claro que não(basta termos sido governados por uma BESTA chamada ZÉ PINGUINHA DA LEITE. Mas eu fico FULO quando falam da minha terra desta forma.

tenho dito

SR dos Remédios disse...

Será que ainda ninguem percebeu que Lamego está concentrado num polo muito restrito, onde o eixo Vila Real -Viseu aniquilou a cidade.
De facto, fruto de uma aposta errada, o alargamento das vertentes essenciais da cidade deveria ser feito no sentido Lamego Tarouca, criando um polo turistico de excelencia, mas andou toda a gente acredita no douro!!
Agora é evidente que em Lamego exeiste uma concentração excessiva de funcionalismo público... mas o mais grave é o modo e as pessoas que ocupam esses lugares. Esses 80% devem ser também os lugares arranjados por tachos e politiquices, quer seja no hospital, na camara, nas finanças... enfim, Lamego dota-se de gente que possui apanas padrinhos e deixa sair valores e intectualidades para outras paragens.
As peneiras são tantas que qualquer misero secretário, ou funcionário se dá ao luxo de ter uma presunção e um ar rispido... veja-se nas finanças, no centro de saude, na camara, enfim...
Parque industrial não existe, complexo desportivo foi destruido...enfim
Outro factor que entava lamego é o excessivo poder religioso, em cada esquina há uma igreja, um padre, uma cunha...
a iniciativa privada resume-se ao eleclerc onde os trabalhadores dão horas à casa sem refilar senão... rua, enfim...
o cioe é uma concentração de desprovidos de inteligencia que apenas têm musculo e andam a esfolar o esado, mas plo menos ainda dao algum dinheiro à cidade.
O ensino superior é pobre...
resta-nos a alegria de ver uma cidade cheia de cafes, esse sim um verdadeiro negocio a frutificar... deve ser a cidade que tem mais cafes por m2...
daqui a uns anos seremos uma grande aldeia...
é uma vergonha...
os responsaveis são aqueles que estão na assembleia da republica há 10 anos como o Melchior que apenas destruiram o pouco que o Dr Sarmento ainda arranjou...
no centro de emprego é uma vergonha com um tal pina a controlar os tachos...
não há paxciencia para viver nesta cidade...

Anónimo disse...

Sr Remédios, ainda que não concorde com tudo o que disse...
Então e o que fizeram o Sr Sarmento ou o Sr José Antonio (ex-presidente) em 8 anos para contrariar isso?

Anónimo disse...

Lamego não é assim tão mau, antes pelo contrário, eu gosto bastante de cá viver! Lamego tem muita coisa por explorar...
O que se passa é que Lamego está parado à muitos anos! Nada, mesmo nada, foi feito nos últimos anos! Mas eu sei que isso vai mudar em breve...

Anónimo disse...

Viva o Benfica, Viva Lamego, Viva Lamego.Não enganei-me.

Anónimo disse...

Lamento afirmar que Lamego vive as custas da cunha e do compadrio político.

Em Lamego os cargos públicos não são, nem nunca foram ocupados pelo mérito mas sim pelo compadrio.

Vejam quem manda no:

IEFP -- PSD --- aluno medíocre

Eng. da câmara?

São todas das famílias de "patos bravos" empreiteiros.

Em que as notas dos mesmos muito deixam a desejar em relação aos seus colegas de turma.
Mas que por sinal os melhores alunos não tinham a cunha para a câmara e depois temos de aturar as burridades destes eng. Medíocres

Bombeiros -- comandante -- aluno medíocre


Onde para o mérito em Lamego??????

JosePedroSilva disse...

Lamego, cidade antiga, umas das mais antigas de Portugal, continua perdida, sem rumo. Lamego, cidade bela, formosa e cheia de fontes, continua sem caminhos, sem pessoas capazes de dar um rumo certo à cidade. Lamego, rica, linda, pela paisagem, é pena ter chegado ao ponto que chegou, sem um sentido, sem dinheiro, sem empregos, sem um parque industrial, tal como tem Moimenta da Beira, para que atraísse investimentos. Lamego, Lamego, cidade acolhedora, cheia de turistas no verão , espera dias melhores, quem sabe, um dia talvez, quem sabe um dia destes...
Lamego, a cidade capital do DOURO SUL, que já foi capital de distrito, importante no século XVI pelo seu comércio,que saudades desses tempos... ai que saudades...
Não deixem morrer LAMEGOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Anónimo disse...

O QUE SE PASSA EM lAMEGO É QUE DURANTE MUITOS, MAS MESMO MUITOS ANOS OS LAMECENSES ANDARAM DE OLHOS TAPADOS NÃO SEI MUITO BEM PORQUE, OU TALVEZ SIM.
FORAM ANOS EM QUE TUDO PASSOU AO LADO, NO INICIO NADA DE ZONAS INDUSTRIAIS PORQUE ERA A HISTÓRIA DA CIDADE VERDE, QUE SÓ POR ACASO TINHA UM DOS RIOS MAIS POLUIDOS DE PORTUGAL, E ENTÃO NADA DE INDUSTRIA CÁ NA TERRA PORQUE ISSO DÁ TRABALHO, TRAZ DINHEIRO, PROVOCA DESENVOLVIMENTO, FIXA A POPULAÇÃO.
EU SOU LAMECENSE E ORGULHO-ME DISSO, MAS SINTO UMA REVOLTA TÃO GRANDE QUANDO NO CONCELHO SE DEBATE POLITIQUISSE, SE VÊ A MESQUINHÊS DE CERTOS INDIGENAS, E O PODER LOCAL É POSSUIDOR DE UMA CAPACIDADE INERTE QUE ATÉ FAZ IMPRESSÃO. MAS NO FINAL TUDO VAI BEM PORQUE SE LAMEGO ESTÁ ASSIM NÃO NOS PODEMOS ESQUECER QUE FOI A GENTE DO CONCELHO QUE AO LONGO DE DÉCADAS ESCOLHEU OS POLITICOS NAS ELEIÇÕES QUE OS ELEGEU, FORAM CERTAMENTE AS PESSOAS QUE NUNCA SAÍRAM DE LMG, PORQUE SE TIVESSEM FEITO POR EZEMPLO A TAROUCA, RÉGUA, MOIMENTE DA BEIRA, VISEU, ETC, TERIAM CERTAMENTE VISTO QUE ALGO ÍA MAL EM LMG. MAS TALVEZ ESSES QUE DURANTE ANOS DEAMBULARAM PELOS CORREDORES DO PODER LOCAL LAMECENSE, SE TENHAM DETIDO DEMASIADO TEMPO EM VÁRIAS "TAINADAS" QUE LHES CONSUMIO TODO O TEMPO DISPONÍVEL PARA GOVERNAREM E OS IMPEDIU DE CORTAR A DIREITO TOMANDO CERTAS DECISÕES NO SENTIDO DE DESENVOLVER LMG. LAMECENSES NÃO OLHAIS MAIS PARA O TRISTE PASSADO DESTA TERRA, OLHAI PARA O FUTURO E VEDE AS OBRAS QUE A NOSSA TERRA NECESSITA E UNIDE-VOS, DEIXAI-VOS DE TRETAS.