terça-feira, janeiro 29, 2008

ADEUS CARÍSSIMO

O presidente da Câmara de Lamego e o movimento que contestou o encerramento do bloco de partos naquela cidade congratularam-se hoje com a exoneração do ministro da Saúde, Correia de Campos.


"Costuma o povo dizer que quem colhe ventos semeia tempestades e assim aconteceu. Todo o processo de reestruturação na saúde foi feito quase sempre ao arrepio da vontade das populações e dos autarcas", disse à Lusa o autarca de Lamego, Francisco Lopes (PSD).

Para o presidente da Câmara Municipal de Lamego, que se opôs ao encerramento do bloco de partos do hospital da cidade, Correia de Campos "tomou medidas muito penalizadoras para as populações sobretudo do interior".

O autarca de Lamego espera que a sucessora de Correia de Campos na pasta da Saúde, Ana Jorge, "dê cumprimento integral às promessas do seu antecessor" nomeadamente a construção do novo hospital de proximidade de Lamego, com conclusão prevista para 2010.

Pelo movimento "Por Lamego", de contestação ao encerramento do bloco de partos, Sónia Fonseca considerou que a substituição do ministro da Saúde é "uma boa notícia".

"O senhor primeiro-ministro agiu de maneira sensata e humana", sustentou, em declarações à Lusa, acrescentando que "Lamego só espera que a nova ministra seja isso mesmo, humana, e não pense só em números".

O primeiro-ministro solicitou hoje ao Presidente da República a exoneração dos ministros da Saúde, Correia de Campos, da ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, e do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, João Amaral Tomás.

Para os substituir, disse à Lusa fonte oficial, José Sócrates indicou Ana Jorge para a Saúde, José António Pinto Ribeiro para a Cultura e Carlos Baptista Lobo para a secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais.

Ana Jorge dirigia actualmente o serviço de Pediatria do Hospital Garcia de Orta, em Almada, e foi presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, quando a socialista Maria de Belém Roseira era ministra da Saúde, no governo de António Guterres. FONTE: LUSA

68 comentários:

portugues dos sete costados disse...

Não tenhamos duvidas.
Portugal é um país de atrasados mentais.
Desde o 25 de Abril que os portugueses reclamam reformas na saúde.
Aparece um ministro disposto a fazê-las, acabando ao mesmo tempo com a bandalheira existente nos Hospitais e Centros de Saúde, metendo os médicos na ordem, obrigando-os a trabalhar como a qualquer funcionário, a assinar o ponto para acabar com a bagunçada existente, dotando os Hospitais de aparelhagem da mais sofisticada e moderna, tudo em favor da saúde dos portugueses.
Como sempre, os velhos do Restelo, a oposição politica que nunca mexeu uma palha na saúde, acompanhados por uma comunicação social caduca e incompetente, acabaram por demitir o Ministro da Saúde.
A comunicação social é o maior contra-poder em Portugal.
Foi ela que contribuiu para a demissão de Cavaco Silva, como primeiro-ministro, de António Guterres, de Durão Barroso e de Santana Lopes.
A história, dirá um dia, que penso não virá distante, se Correia de Campos tinha ou não uma boa politica de Saúde, moderna e sempre a favor de quem dela necessita.
Mas não pensem que vai haver retrocesso.
Á nova ministra só se pede que continue a cumprir o programa deste governo.

Anónimo disse...

COITADO DO BETINHO DO JORNAL...
NEM A CARTEIRA DE JORNA...LEIRO LHE VALEU.
SECALHAR ERA FALSA.
EU NO LUGAR DELE NÃO PERDOAVA AO AMIGO XICO LOPES.
FOI UMA TRAIÇÃO.
ISSO NÃO SE FAZIA AO MENINO.

lenine disse...

isto é mesmo uma parvónia!
então o tema é a demissão do ministro da saude e já vêm para aqui os pasquinheiros dar novidades fora de contexto que só interessam a eles!
mas na parvónia é mesmo assim quando o assunto é "ALHOS" há-de haver sempre alguem a comentar os "BUGALHOS".

Quanto à demissão do 1º ministro era de esperar devido a grande pressão que existia sobre ele, enfim no reino da confusão todos ralham e niguem tem razão.

Anónimo disse...

ó LENINE. o 1º MINISTRO ESTÁ DE PEDRA E CAL.

Anónimo disse...

A minha grande homenagem a um homem que tinha muito para dar à Saúde em Portugal.
Correia de Campos quiz tirar Portugal do atoleiro em que se encontra, na área da saúde.
Os médicos exploradores, os partidos irresponsáveis e uma comunicação social terceiro-mundista não o deixaram.

Com tudo isto, perderam os portugueses.

SEM MOVIMENTO disse...

QUEM É A DOUTORA SÓNIA FONSECA DO MOVIMENTO POR LAMEGO.

SERÁ A FILHA DO SR. DR. AMANDIO ?

MUITO BEM !!! FALA MUITO BEM !!!

UMA FIGURA QUE LAMEGO NÃO PODE PERDER.

PARABÉNS DRª SÓNIA PELO SEU DISCURSO .

ASSIM É QUE É FALAR...

CUMPRIMENTOS AO PAISINHO, DOS ÁRBITROS DE VISEU.

Anónimo disse...

Arramgem lá um tachinho para o Betinho.

Nem o sócio pintarolas lhe valeu.

Anónimo disse...

Os PSDs. tambêm tiraram o tapete à Drª. Leonor Beleza. Por esta -entre outras medidas- querer acabar com horários de 30 , 40 e mais horas de trabalho ( leia-se remunerações) de determinados individuos que se faziam passar por profissionais da saúde.

Anónimo disse...

Não sou socialista e muito menos votei neste governo, por isso não tenho quaquer ao ministro correia de campos.
Sou dos que não concorda com a politica de saude seguida. parece-me que não se pode decidir com regua e esquadro em cima de um mapa. devemos analizar caso a caso, mas uma coisa concordo em absoluto: è preciso por ordem na classe médica. Estes artistas pensam que são uma classe à parte tratam os doentes abaixo de cão, não cumprem com os seus deveres de profissionais, chegam tarde, utilizam os meis dos hospitais e centros de saude em beneficio dos seus doentes familiares e amigos, são autenticos comerciantes da medicina. para já não falar das mordomias que as empresas farmaceuticas lhes proporciona sob a capa de congressos. Falo do que sei e não digo mais porque o ministro correia de campos acabava com isto. Por isso espero que a nova ministra seja implacavel para com os médicos que se transformem em mercenários e negociantes da medicina.

Anónimo disse...

Concordo com o anónimo das 7:04Oxalá que a nova ministra da saúde prossiga com a mesma politica do seu antecessor.

paciente disse...

Queremos um Serviço de Saude moderno e funcional e não um serviço artesanal como muitos querem, sabe-se lá porquê ...
Há muitos interesses instalados que é preciso liquidar.
Só outro Correia de Campos o consegue.

Anónimo disse...

Ao ouvirmos pessoas de Lamego, da Régua, de Mirandela, da Figueira da Foz, de Barcelos, de Elvas, de Chaves, da Anadia, ou de qualquer outra localidade onde se fecharam maternidades e urgências, a defenderem a política criminosa da saúde deste governo, só me ocorre dizer que o “partidarismo balofo” e o “carreirismo político” substituiu o bom senso. Está tudo doido. Mandam-se às malvas os interesses legítimos das populações a troco de um prato de lentilhas. Onde nos conduzirá a cegueira do militantismo partidário?
O Partido está primeiro. Tudo pelo Partido, nada contra o Partido. Acima de tudo está o Partido. Estaline ou Hitler não diriam melhor.

Anónimo disse...

Não tenho dúvidas que o Correia de Campos era o homem certo no ministério da saúde, mas os cavacos e outros tantos tais não permitiram que ele continuasse, é pena que se dê um destino final a um homem que sabia o que fazia. Os hospitais de proximidade eram a solução certa, não pode haver um hospital em todas as santas terrinhas para satisfação do ego de alguns, é economicamente impossível, as pessoas precisam de saúde com qualidade e isso passa por criar alguns hospitais bem equipados humana e meios de diagnóstico e servidos e uma rede de transportes fluida. Não sejamos mais papistas que o papa. Há hospitais que pouco mais fazem do que dar umas injecções e pôr uns pensos. Que vai lá um utente fazer? Perder tempo? Acho que é preferível levar o doente para o lugar certo nem que isso leve mais tempo. Sou não residente e um dia fui surpreendido por problemas graves de saúde. Fui numa ambulância para o hospital de Lamego, foi uma perda de tempo, não me fizeram nada e de seguida fui enviado para o hospital de S. Teotónio de Viseu.
Mesmo o hospital de Viseu não dispunha de meios de diagnóstico suficientes e ao outro dia fui transferido para outro hospital com mais valências e equipamentos mais avançados.
É esse o preço que todos aqueles que habitam no interior pagam. Felizmente escapei para dar este testemunho. Hospitais com qualidade infelizmente o país não dispõe de muitos. Mas que os poucos que existem acolham todos os que precisem deles.

Anónimo disse...

ahahahah agora o ex ministro é o melhor ministro de sempre!as pessoas mereçem mesmo sofrer com as politicas do actual salazar

Emilio Pinto disse...

A Constituição concede-nos a todos o mesmo Direito à Saúde, seja em Lisboa seja em Curral de Moinas.

Quando se fecha uma maternidade em Lamego com 20 camas e se envia toda uma extensa região de LAmego a Chaves para uma maternidade de Vila Real com as mesmas 20 camas...alguma coisa não está bem.

Quando se encerra por falta de segurança uma maternidade que faz poucos partos para achar natural e seguro que a mãe seja assistida no parto em plena estrada por um bombeiro...alguma coisa não está bem.

Quando se fecham urgências para dar lugar a Unidades de Saúde Familiar em que uma mãe leva um filho com febre às 9 da manhã e tem de esperar que sejam efectuadas as consultas pré-marcadas para que o seu filho seja atendido às 14:30...alguma coisa não está bem.

Quando se descura mais uma vez o interior para centralizar serviços no litoral, alguma coisa não está bem.

Quando se encerram serviços de proximidade as pessoas acabam por descurar a sua saúde para não terem de efectuar grandes deslocações. Promove-se a auto-medicação...não está bem.

Quando se encerram serviços de proximidade sem estratégias de substituição ou alternativas capazes alguma coisa não está bem.

E quando algumas coisas que não estão bem se somam...obtemos como resultado que muitas coisas não está bem.

Anónimo disse...

Cada vez que o Chico Lopes fala tenho um ataque de riso!

Este senhor está mesmo convencido que os lamecenses são uns otários.

Nunca defendi o Correia de Campos mas ouvir o Chico Lopes a dizer que espera que a nova ministra cumpra a promessa do hospital de Lamego~demonstra bem a desonestidade do presidente da Câmara.

No inicio de Dezembro de 2007 o Chico Lopes recebeu do Correia de Campos a planta do hospital de Lamego tal como foi posta a concurso!
O Sr. Ministro até lhe anexou um cartãozinho!
E como há lamecenses que estão atentos também consultamos o DR e o site dos ministérios onde se podia ver que o concurso está já concluido e a obra será lançada ainda este ano pelo Ministério da Saúde.

Aliás este blog sempre bem informado até nos deu a conhecer o desenhinho do hospital! Tal e qual como foi recebido pelo Chico Lopes !!!!!!!!!!!!!!!

Porque é que este Chico Lopes não áprende a falar verdade? Áinda por cima vai dizer estas baboseiras à Lusa?

Seja sério Sr. Presidente da Câmara

Anónimo disse...

Mas alguém anda está à espera que algum dia o XL seja sério?

Já paga o IMI da casa dele pelo valor justo?

Já começou a pagar do bolso as merendolas e passeatas?

Já nos devolveu o mercedes que perdeu na noite?

Já pediu desculpa por nos mandar beber da água inquinada de uma fonte?

Já deixou de dar guarida ao staf de caloteiros que levou para a camara?

AH não?

Mas ...

Endividou-nos até ao tutano, pagamos mais IMI, abarbata-se com os 5% do nosso IRS, vai cobrar pela 1º vez na história de Lamego a derrama, aumenta-nos a água para mais do dobro .....

Alguém ainda tem dúvidas obre o caracter desta espécie de homem?

lenine disse...

Corrigo 1º ministro para ministro da saude!

Quanto aos politicos e às politicas elas só são eficazes se houver empenho de todos para que os objectivos sejam conseguidos.

Chega de médicos e enfermeiros a mamar às custas do zé povinho.
Não podemos ter os bolsos cheios de dinheiro se ele vai parar aos bolsos de mamões.

Anónimo disse...

Emilio Pinto, então tu achas que as maternidades que o ministro mandou fechar, estavam a funcionar como deviam???
AQchas que o ministro tomou esta decisão por tomar ???
Pergunta às parturientes como são tratadas em Vila Real e quais os meios do mais moderno e sofisticado que pode haver.
Em Lamego, como noutros pontos do país, as grávidas eram tratadas de mopdo artesanal.
Ái o Chico Lopes está a contar que a maternidade volta ??? Vem pode esperar sentado.
Força Drª Ana Jorge. Continue a aplicar a mesma politica de saúde que o seu antecessor.
Só assim conseguimos um bom Serviço Nacional de Saúde.

Anónimo disse...

O ministro tomou as decisões que tomou para poupar dinheiro. Para depois o ir gastar em Lisboa!

Aliás, em Lisboa nada fechou (mesmo o que estava programado fechar não fechou), vai-se fazer mais um novo e grande hospital com terrenos pagos pelo estado e não pela câmara...
Em Lamego e noutros locais do interior nem com as câmaras a pagar os terrenos...

Não esqueçamos que foi este senhor que cancelou a obra do novo hospital de lamego (esperado à mais de 20 anos) depois de estar adjudicado a um empreiteiro! Quanto é que pagou de indemnização!? isto não é politica de saúde de um pais!!!

Aliás, ultimamente o interior só serve para pagar impostos e para se poupar dinheiro com o fecho de serviços essenciais.

A maternidade de Vila Real é tão arcaica como as de chaves lamego ou mirandela, só que um pouco maior, mas não tão grande que dê para tanta gente. e mais cedo ou mais tarde isso vem a publico.

este ministro foi muito mau para o país (pelo menos o que está para além de lisboa), por isso foi muito bom ele ter saído!

A sua substituta vai ser muito melhor porque estamos a 1 ano de eleições, porque se não era igual...

é isto a politica para a saude!? Anda muita gente enganadinha...

Anónimo disse...

Eu por mim, quando ouvi a notícia que o Correia de Campos tinha largado a pasta,abri uma garrafa de champanhe.

Anónimo disse...

A "boa nova" já circula: o Teatro Ribeiro Conceição vai ser inaugurado a 23 de Fevereiro, com a presença de Cavaco.

Anónimo disse...

Então o Pina de Cambres virou costas ao Xico Lopes e ao Melchior e apoia o Amandio nas eleicoes para o PSD? Contra este Ás de Trunfos o XL tem na manga... o Dr. Seringas da câmara e o Orlando de Magueija.... Deve ser para rir

Anónimo disse...

Tens razao! Mas o Lourenço de Almacave para segurar o tacho, engoliu um "sapo" e recuou apoiando agora o Mel contra o Amandio. O ambiente na camara está de cortar à faca... A Magueija que se cuide. A seguir vai ela ao gabinete para ser obrigada a recuar

Anónimo disse...

A nova ministra da saúde vai de certeza seguir a política do engenheiro mor do reino, e é sem dúvida uma pessoa sem mácula... só tem uma pequenita nódoa, de € 6.500.000,00, por pagamentos alegadamente indevidos, efectuados pela ARS de Lisboa ao Hospital Amadora Sintra... coisa pouca, não é verdade?

Anónimo disse...

Hoje vi o Amandio a entrar no Centro de Emprego.

Disseram-me que tinha uma reunião com a Directora

Será que lhe foi pedir emprestada a super vassoura com que num ápice e de uma assentada varreu os 3 vereadores do PS comprados pelo Chico Lopes?

Anónimo disse...

nao sei como o amandio vai sair desta. não é que ele afinal não pode mesmo ser candidato. vejam o povo livre da próxima semana, na qual será publicado o parecer vinculativo do conselho nacional de jurisprudencia do partido sobre a sua recandidatura á comissão politica da secção do PSD em Lamego.
Este homem não tem emenda. Só quem não o conhece é que lhe dá apoio.
Viva a democracia.

Anónimo disse...

é, Amandio no centro de emprego tem tudo a ver com o tópico... e que tal o engenheiro que assinava projectos de terceiros? ou talvez as cadeias vendidas a sócios a preço da uva mijona? ou como são "aprovados" os trajectos do TGV? VocÊs são um espectáculo qd toca a fugir do tema...

Anónimo disse...

Como tu acreditas nestas baboseiras.

És muito parolo.

Anónimo disse...

O que diverte quem está por fora desta embrulhada no PSD é ver como há gente que ainda não conseguiu ver que não há diferenças entre o Chico Lopes, o Melchior e o Amândio!

Esta do Chico Lopes estar a chamar o pessoal ao gabinete e fazer depender subsidios e os próprios empregos do voto no Melchior classifica-se como?

Que caracter tem este senhor?

Anónimo disse...

Não gosto de nenhum deles, mas não compares o Amândio com os outros dois.
O Amândio já à 30 anos devia ter sido escovado da politica.

Anónimo disse...

E o Chico Lopes também não precisa de levar com uma escova de aço?

Está convencido que manda em tudo e em todos?

Anónimo disse...

é 7.8, há os parolos e depois há os ceguinhos, ou os que não conseguem ver por causa das palas cor de rosa!

Anónimo disse...

É facil para quem não acredita.
Leiam o Povo Livre da próxima semana, e depois tirem as conclusões que quiserem.
Viva a democracia
Viva Lamego
Viva Portugal

Anónimo disse...

Afinal o que diz o Povo Livre ??????

Anónimo disse...

Deve dizer que Lamego tem um presidente que não sabe que a liberdade de expressão e pensamento é um direito constitucional!!!!!!!!!!!!

O Chico Lopes não só ameaça quem não faz o que sua excelencia manda como também faz queixa dos que lhe fazem frente.

Um autentico queixinhas....

Anónimo disse...

nao sejam assim olhem que mentir é feio...

sou-de-cá disse...

Dia 23 de Fevereiro são inauguradas as obras do Teatro Ribeiro Conceição, com a presença do Presidente da Republica.

Oxalá a Câmara não se esqueça de convidar os grandes responsáveis por realização desta obra: Rui Paulo Valadares, José António Almeida Santos e Dr. Agostinho Ribeiro.

Os lamecenses não iriam compreender esta falha.

sou-de-cá disse...

Correcção ao comentário anterior...

"responsáveis pela realização desta obra:"

Anónimo disse...

Não sei se o Xico fará isso.
Ele está convencido que todas as obras que vinham do executivo anterior lhe pertencem.
Ele vai querer colher os louros.
QA ver vamos...

Meia Laranja disse...

Vai ser inaugurado o teatro?
Uauuuuuu! Até que enfim, poderemos ter uma sala de espectáculos em condições.
Sugeria para 1ª peça " XL e os 7 trafulhões" Com uma encenação do Lá Féria!
Esperemos é que não seja transformado num qualquer Sá da Bandeira...

Será que na abertura das piscinas também vem o cavaco? e do hospital? e d multi-uso? e do Shopping? e das variantes? e dos saneamentos básicos? e da elevação de Cambres a cidade?

PS: Noticia de ultima hora, falto confirmação autárquica:

abertura de concurso para contrução do caminho de ferro Regua Lamego, ao fim de dezenas de anos. Surgem rumores que será a aposta de Xl para final de mandato. A ver vamos!

Anónimo disse...

oh sou de cá és um bocadinho deficiente não? então a obra é do eurico? que eu saiba ele disse antes das eleições que quer ganhasse ou perdesse no dia 9, dia 10 arrancavam as obras e não me pareceu que isso tivesse acontecido, cala te chupa no dedo oh socialista carrascão

Anónimo disse...

kmek o eurico ía fazer as obras logo dps das eleiçoes se ainda faltava comprar 1/16 do teatro...nao brinquem cmg...os vereadores socialistas mais tarde votaram CONTRA a compra desses mesmos 1/16...são uma vergonha estes socialistas de merda

Anónimo disse...

Agostinho Ribeiro... Porquê?
Se for como Director do Museu de Lamego até entendo e acho que deve... mais do que isso!!!!?????

Anónimo disse...

Essa do 1/16 foi a primeira demonstração da suprema competência e inteligencia do XL!

Eu ensino:

O Quaresma queria um euromilhões à custa dos 1/16 e a melhor forma de este senhor não se governar injustamente à custa do nosso dinheiro era arrancar com a obra e depois?
O Quaresma ou vendia pelo preço de uma avaliação justa ou .... pagava 1/16 do custo da obra!

Esta é só para os inteligentes....

O que fez o XL?
Marimbando-se para a salvagurada do nosso dinheiro deu-lhe o euromilhões

A competência suprema só percebe mesmo é de nos roubar .....

Anónimo disse...

Ao anónimo das 7.37. Agostinho Ribeiro porque foi ele que começou o processo do Teatro Ribeiro Conceição, em 1985. Ele e mais ninguém. Apenas por isso!

Anónimo disse...

Eu bem sei que vos custa que os lamecenses se recordem de quem foram os grandes obreiros do Teatro.

O Xico Lopes e o actual executivo nada fizeram.
Só estragaram.
Entregaram o "ouro ao bandido".

LAMECENSE disse...

De acordo com o "sou-de-cá" das 12:00 de ontem.

O SEU A SEU DONO.

PANDEMÓNIO disse...

A CAMARA VAI ABRIR CONCURSO PARA DAR UM NOME À PRIMEIRA PEÇA A LEVAR À CENA NO TEATRO RIBEIRO CONCEIÇÃO.

TANTO FAZ SER COMÉDIA COMO DRAMA !!!

ACEITAM-SE SUGESTÔES...

Anónimo disse...

aí vai a primeira sugestão.

"que pena seres vigarista"

drama em 3 actos de autoria do checo choukwlaviski.

Anónimo disse...

E que tal uma reprodução do regabofe que vai no PSD?

A telenovela está cada vez melhor.
O Chico Lopes anda numa azafama de ameaças e promessas.

Amandio, Fausto e a Liliana já foram caçados e acabam de assinar pelo Melchior!

Todos Juntos!

Será que o Pina e o Almeida da Sé também vão ceder?

Anónimo disse...

ÚLTIMA HORA:

CHICO LOPES, MELCHIOR, AMANDIO ESTÃO A DAR CONFERENCIA NO HOTEL DE LAMEGO.

TÃO AMIGOS QUE NÓS SOMOS.........

SERÁ QUE NINGUÉM VARRE ESTA LIXEIRA?

Anónimo disse...

O dr. Agostinho Ribeiro não só começou o processo como foi ele que teve a ideia de fazer do teatro o centro cultural de Lamego. Ainda há quem tenha memória.

Anónimo disse...

Porque é que o Cabral não muda o post?

Está anestesiado com a pouca vergonha no PSD?

Anónimo disse...

gostava de saber o porquê de associarem o Almeida da Sé e a Liliana ao PSD, se eles nem militantes são do partido e pelas atitudes que tomam, nem simpatizantes devem ser.
Vai aqui um grande equivoco.
Já agora a confereência de imprensa foi no Hotel Parque.

Anónimo disse...

Não são do PSD mas comem do mesmo tacho.

Conferência de imprensa para quê ???

Anónimo disse...

Os paparretas são assim.
O Amândio é que lhes passa cada rasteira !!!
Todos sabem que ele é vigaro e corrupto, mas alinham sempre com ele, o que quer dizer que tanto é o que vai á vinha como o que fica á porta...

lamecense disse...

23 de Fevereiro 2008!

Grande dia para Lamego!
Agora sim a mudança vai-se sentir, começam a aparecer obras EXECUTADAS NO TERRENO e não executadas em palavras como antigamente!

Finalmente começo a acreditar em Lamego! Como lamecense, estou contente!

Anónimo disse...

O aumento da água, imi, derrama, e outras trampolinices apareceram primeiro...

Anónimo disse...

As obras??? Quais obras???

As que já vinham do executivo anterior ???

Sois uma tristeza.

Anónimo disse...

o que se passou com o betinho

Anónimo disse...

Anda aqui um gajo a ver se nos distraí.....

Então o Melchior e o Francisco Lopes mandam com a comissão politica ao ar para tirar de lá o Amandio e agora levam-no na lista com eles?

Amandio diz mal do Melchior e do Francisco Lopes.
O Francisco Lopes e o Melchior dizem mal do Amandio.

Une-os o medo de que algum deles fale do que vai pela camara?

Que segredos escondeis meus senhores?

Eu até sou daqueles que acho que os corruptos se devem juntar todos porque vassoura que varre um, varre meia dúzia ...

Estou cheio de curiosidade em ser saber quem não se junta.
Esses não devem ter segredos ..........

Anónimo disse...

Disseram-me que o Teatro vai estrear com a peça em 3 actos:
"Eurico o Presbítero"

Anónimo disse...

Tás farto de saber que a peça é:

QUE PENAS SERES VIGARISTA.

Actor principal: Amandiovisky Fonsecavisky.

Argumento:Josévisky Pintovisky.

Realização: Antóniovisky Lourençovisky.

Há outros que tais que serão indicados brevemente.
H

Anónimo disse...

O Presidente da câmara só diz mentiras.
Quem fechou a maternidade foi ele juntamente com o ex. director do Hospital, ver imagens da RTP de Julho de 2006.
E quando fechou o Bloco Operatório de Noite disse que não podia fazer nada porque não operavam de noite.
Par não haver mais manifestações em Lamego ele foi a Lisboa ao debate e o Ministro disse se parasse as manifestações ele recebia o PAVILHÃO MULTIUSOS .
Mas pelo que sei só existe um movimento onde não fazia parte a filha do Amândio nem doutoras, mas sim bons Lamecenses

Anónimo disse...

Quais bons lamecenses ???????

Anónimo disse...

Então a filha do Amândio é que dá as entrevistas, aos jornais, às rádios e à televisão e não faz parte do movimento???
És muito lorpa ó anónimo das 10.24!!!

Anónimo disse...

Mas não tenhamos ilusões. Foi apenas um insignificante lifting porque, à partida, tudo vai continuar na mesma. E porquê? porque o poder político está mesmo apostado em agonizar o SNS. Se as populações, e os próprios autarcas, soubessem, toda a verdade, no que concerne às consequências negativas que poderão advir, em especial para as populações mais carenciadas e pobres, com este novo sistema, não se acomodariam com esta triste situação. Como pode o país ficar entregue, em caso de emergência ou urgência, ao INEM e respectivas VMERS etc? Já viram quanto pode demorar uma viatura dessas, por vezes a cem KMS ou mais de distância do doente, para o socorrrer, se este estiver em estado grave numa das aldeias recônditas de Trás-os-Montes, Douro, Beiras, Alentejo e noutras regiões sem ter por perto um médico para o estabilizar e, depois, encaminhar para onde deve ser encaminhado? E não venham imputar responsabilidades aos Bombeiros, que esses são os que mais tentam fazer e menos podem. E sabem de onde foi importado tal sistema? Dos EUA, onde os paramédicos estão devidamente preparados e os doentes têm, maioritariamente, seguros de saúde. Mas tb há os que não o têm e esses podem morrer sem qualquer tipo de assistência. Aqui poderá suceder-nos o mesmo. E que médicos temos a fazer serviço nos SUS etc. etc? Mão de obra importada da América Latina, leste e outros. Aos nossos jovens cortaram-lhe as asas, não os deixaram entrar para medicina, entretanto contratam-se outros de qualificações e preparação científica algo duvidosa e entrega-se-lhe toda uma população, só porque vendem, a preço baixo, a sua mão de obra. E os grandes hospitais, conseguem dar resposta capaz a todas as solicitações? Obviamente que não. Se as instalações são as mesmas, o pessoal também, como podem responder, com qualidade, a uma procura que duplicou ou triplicou? Só digo uma coisa a nossa Saúde está aflitivamente doente. Mas quem tem capacidade de decisão, não é capaz de ter a honestidade, não lhe convém, pôr estas situações a nu, porque pode perigar o seu posto. Reconheço que, no sector da Saúde, havia que modificar e moralizar muita coisa, mas desta forma não. Retirar às populações, o que elas tinham de melhor: segurança e estabilidade na prestação dos cuidados médicos, não me parece ser a política mais correcta.Urgia pensar-se e actuar-se de forma sensata e ponderada. sem precipitações, o que o anterior ministro não fez. Mas aguardemos . Talvez em breve o vejamos inserido nalguma Unidade de Saúde Privada, a ganhar um bom vencimento. Penso que será só uma questão de tempo.Aguardemos. Não podemos esquecer que a Vida Humana não tem preço.